Geral

Casamento do Luxo de Festa em dose dupla

10 de maio de 2017

A noite desta terça-feira, 9 de maio, foi especial para os casais Brenda Gonçalves e Gabriel Guedes e Celso Gonçalves e Maria do Amparo Candeira. Eles venceram o concurso do Luxo de Festa em 2016 e agora realizaram juntos o sonho de se casarem com pompa e circunstância.

A inscrição no concurso foi feita por Brenda, filha de Celso e Maria do Amparo, uma maranhense que se mudou para Brasília aos 12 anos. De acordo com ela, seus pais sempre tiveram o sonho de casar em uma cerimônia especial, mas que este foi adiado pela falta de recursos. Além da bela história do casal, chamou a atenção da comissão julgadora o fato de Brenda estar noiva e abrindo mão da oportunidade de concorrer a disputa em favor dos pais.

Por isso, o idealizador do concurso e organizador do Luxo de Festa, César Serra, decidiu presentear os dois casais com o casamento dos sonhos. “Era uma história linda e de amor também da filha por seus pais”, disse o empresário durante o anúncio, no encerramento da feira de eventos de 2016.

Os casais receberam um serviço completo de festa, inclusive com preparativos, noite de núpcias e lua-de-mel com algumas das principais empresas do país, e sem nenhum custo. O duplo casamento foi realizado no Recanto das Águas, no Park Way, com decoração de Rejane do Valle, bolo e doces de Maria Amélia, menu assinado pelo buffet Cozinha do Mundo, trilha sonora de Luigi Castagnaro e Banda Sideral, durante a recepção, e Toccata, na cerimônia religiosa.

As noivas disseram sim com vestidos e grinalda do Ateliê Maria Virgínia, que também vestiu as daminhas de honra. Os buquês foram cuidadosamente criados por Rafaela Orlandini, e o cabelo e a maquiagem, por Ricardo Maia. Para chegar ao local, contaram com os luxuosos veículos da Transporta Turismo, que também os levaram para a noite de núpcias.

Já os protagonistas da festa estavam muito elegantes com trajes Maxime Noivos e Black Tie, que também vestiu os filhos do casal e os pajens. As daminhas arrasaram de Maria Virgínia.  Os casais passaram a núpcias no hotel Royal Tulip e, na manhã seguinte, partiram para a lua-de-mel em Pernambuco, com viagem organizada pela CVC.

Confira a cobertura fotográfica de Jailson Lajes.

Ricardo Maia assinou o cabelo e a maquiagem das noivas

Elas vestiram Maria Virgínia

Os felizardos da noite vestiram Maxime Noive & Black Tie

A cerimônia religioso ocorreu na capela do Recanto das Águas

Os músicos da Toccata emocionaram os convidados na cerimônia religiosa

Banda Sideral

Buffet assinado por Cozinha do Mundo

Aproveitamos para agradecer a todos os parceiros que nos ajudaram a realizar esse sonho

Leia abaixo a carta vencedora da realização do sonho de um casamento perfeito:

“Me chamo Brenda e vim contar à vocês a melhor história do mundo! Quem acha que o destino não existe, só pensa assim porque não conhece a história dos meus pais.

No dia 06 de janeiro de 1970 no estado do Maranhão nasceu minha mãe. Pouquíssimas horas depois, naquele mesmo 06 de janeiro de 1970 nasceu meu pai, em Goiás. Destino para alguns, coincidência ou Ação Divina para outros, assim que tudo começou. Os dois são de origem muito humilde, quando criança, sofreram o que nenhuma criança merece sofrer.

Aos 12 anos minha mãe veio a Brasília e morou sozinha desde então, meu pai veio com 15, depois voltou para Goiás, e retornou novamente para o alistamento militar. Ao sair do serviço militar, ele começou a trabalhar como entregador de pizza e minha mãe trabalhava como vendedora.

Vamos à história! Certo dia meu pai fez uma ligação por engano e quem atendeu a ligação? Alguém consegue adivinhar? Meu pai gostou da voz da mulher desconhecida e eles começaram a conversar, no meio da conversa descobriram que eles nasceram no mesmo dia, mês e ano. Após essa descoberta eles decidiram se encontrar. Após o encontro começaram a namorar e em pouco tempo depois a morar juntos.

Como eles não tinham a mínima condição de casar nessa época, adiaram as formalidades, afinal, eles eram muito novos e não tinham condições. Depois de alguns anos morando juntos minha mãe engravidou com isso o sonho da cerimônia se afastou mais ainda. Meu pai passou a trabalhar em período integral, só ia em casa para dormir, pois só assim eles conseguiam pagar o aluguel da minúscula casinha de fundo na qual moraram e juntaram dinheiro para o dia da minha chegada. O tempo foi passando e a batalha nunca teve fim, junto com os desafios o sonho do casamento se mantinha de pé.

Em 1999, quatro anos exatos após minha chegada, minha mãe deu a luz ao meu irmão (sim, meu irmão nasceu no dia do meu aniversário, assim como aconteceu com meus pais). Com isso, as coisas ficaram mais apertadas ainda e a prioridade deles passou a ser totalmente os filhos. Esqueceram os seus sonhos de vez e passaram a viver por mim e meu irmão.

Três anos depois, minha mãe engravidou do meu irmão caçula e entrou em depressão. Se mal tinham dinheiro para criar os dois filhos, imagine um terceiro. A abdicação total extrapolou todos os limites e assim se mantém até os dias atuais.

Mesmo com todas as dificuldades, eles sempre nos deram tudo o que estava ao alcance deles. Lembro de, quando criança, ir à escola com meus pais para eles completarem o ensino médio, me lembro de ver meus pais com tempo somente aos finais de semana, pois eles saíam de madrugada para trabalhar e voltavam somente à noite após os estudos, lembro de apesar da rotina ver minha mãe passar a madrugada inteira em claro estudando para a prova da faculdade, para não se sair mal e correr o risco de perder a bolsa de estudos.

Minha mãe nunca esqueceu o sonho de se casar, sempre fica triste quando tocam no assunto, ano passado, meu pai a pediu em casamento, com direito a pedido de joelhos. Foi indescritível a alegria da minha mãe ao chegar em casa e me contar o que havia acontecido, nos abraçamos e choramos muito, só eu sei como isso era importante pra ela.

Eles chegaram a marcar duas vezes para se casar em cerimônias coletivas organizadas pelo governo, mas o destino mais uma vez veio e tirou esse momento deles. Sempre que entregavam toda a documentação, alguma prioridade aparecia e eles eram impedidos de seguir em frente.

Eu também estou noiva, e, ao falar para ela que eu iria me inscrever, ela disse: ”Se inscreva minha filha! Quero que você tenha o casamento que eu não pude ter!” Nesse momento não pensei duas vezes: é a história dos meus pais que eu vou contar!

Quero ter a única oportunidade da minha vida de dar o casamento dos sonhos para minha mãe, digno de uma princesa!

Quero levar meu pai ao altar e, de lá, observar minha mãe vestida de noiva caminhando até nós. Sempre esperei pela chance de devolver a eles tudo o que eles sempre nos deram e nada mais justo, depois de todos os momentos difíceis até aqui. Eles são o nosso exemplo de todas as coisas boas existentes e é neles em que me espelho como exemplo de casal e ser humano.

Espero que, junto com vocês, eu possa realizar o maior sonho da mulher da minha vida e finalmente poder ver o destino seguir o fluxo natural e cumprir aquilo que ele começou a rabiscar naquele 6 de janeiro de 1970.”

You Might Also Like

4 Comments

  • Reply Daianne da Silva Martins 11 de maio de 2017 at 12:32

    Olá, bom dia!
    Gostaria de saber quando irá abrir as inscrições do casamento de luxo 2018. Estou ha meses esperando para mandar a minha história. No aguardo, obrigada!

    • Reply Luciana Barbo 24 de maio de 2017 at 01:39

      Nessa edição do Luxo de Festa, não teremos o concurso. Decidimos fazer uma ação pela ONG Vida Positiva, que cuida de crianças com HIV. Agradecemos o seu interesse em participar. = )

  • Reply Josiane silva dos santos 11 de maio de 2017 at 16:24

    Nossa eu quero muito poder participar do sorteio !mas não consigo me inscrever 😭 tenho um sonho de me casar .

    • Reply Luciana Barbo 24 de maio de 2017 at 01:39

      Nessa edição do Luxo de Festa, não teremos o concurso. Decidimos fazer uma ação pela ONG Vida Positiva, que cuida de crianças com HIV. Agradecemos o seu interesse em participar. = )

    Leave a Reply

    Or